50 KG EM 1 ANO: como VOCÊ se sente?


50KG EM 1 ANO, o ápice do desespero.

Hoje eu vim aqui pra falar sobre algo que muita gente sente mas que quase ninguém tem a coragem de admitir, ou por diversas SE ENGANAM pensando que não tem nada a ver. Mas tem sim. Eu sei disso. Hoje eu vim falar do que o sobrepeso causa na nossa alma. Hã? Isso mesmo! Aqui vai um pouquinho da minha história, desde o comecinho.
Sempre fui uma criança gordinha, eu não fui o tipo de pessoa que engordou uns kg de um tempo pra cá, ou que relaxou e ganhou os kg todos que precisava perder. Eu sempre fui gordinha.

Então eu sempre “aprendi” a conviver com o sobrepeso, com as piadinhas, com a rejeição.. Antigamente as crianças faziam piadas e ninguém se importava, hoje em dia qualquer coisa é bullying. Pois bem, eu ainda sei de cór as músicas que criaram pra mim, com tanto carinho. Pra não dizer o contrário, hahaha. Elas ecoam na minha mente e hoje em dia não fazem tanta diferença, mas quando criança eram de matar o coração pouco a pouco. Na adolescência, a mesma coisa. Era a mais gordinha da sala, a mais sem graça, a “amigona” dos nerds, porque as bonitonas só andavam com.. as bonitonas, logicamente. Nunca reclamei, porque como eu disse acima, eu cresci aprendendo a ser gorda, aprendendo a conviver com isso.

Tá, e o que a alma tem a ver com tudo isso? De tanto me esconder, não sair, ser alvo de piadinhas (mesmo que umas sejam ‘ahh, você sabe que é brincadeira, boba’), ouvir de MUITAS PESSOAS “seu ROSTO é tão lindo” (lógico, do pescoço pra baixo é um horror, eu completava na minha mente, com um sorriso amarelo), eu fui me fechando. Dos 11 aos nem sei quantos anos eu fui a pessoa mais antissocial, mau humorada, rude, grossa e estúpida que alguém poderia conhecer. Eu era a maria encrenqueira, com respostas afiadas na ponta da língua pra qualquer gracinha que eu escutasse. Dava voltas no quarteirão pra não ter que passar por um grupo de garotos, porque mesmo que não fosse verdade, eu sentia e sabia que eles fariam uma piada. Cresci tendo aquele sentimento de desconfiança, achando que todos falavam de mim, do quão gorda eu era, e me sentia ignorada por todos à minha volta. Estou abrindo meu coração pra vocês, gordinhos e gordinhas que se sentem da mesma forma mas têm vergonha de admitir, ou dizem pra si que “esse é meu jeito, não tem nada a ver com a gordura”. Tem sim, acredita em mim 🙂

Cheguei ao auge dos meus (aproximadamente, porque eu fugia da balança) 115KG com uns 19, 20 anos, e eu me arrastava pelas ruas. Nenhuma roupa servia em mim, eu não tinha coragem de sair na rua, saía porque era obrigada. Tudo era mais difícil, sentar em ônibus naquela cadeira desconfortável, andar em dias de calor (MEU DEUS!), tudo era mais chato e complicado. Nem fotos daquela época eu tenho, porque eu me recusava a tirar fotos de corpo inteiro.. E quando eu via uma foto minha pelo falecido Orkut, Fotolog, MSN.. Ficava pra morrer, dizendo pra mim mesma que aquela não era eu. Eu via, mas não enxergava.

O post de hoje da série 50KG em 1 ano é uma pergunta de reflexão pra vocês… Como VOCÊS se sentem, de verdade, com tudo isso? Afirmam que não muda em nada, mas querem emagrecer uns kg? Dizem que é bobagem e que as suas personalidades são assim mesmo, independente da gordura? Parem e pensem em tudo o que o sobrepeso influencia, muda e te prende na vida. Sair pra balada? Praia, piscina (DEUS ME LIVRE, né?)…
Ou no fundo…. Vocês se prendem numa bolha de proteção ao mundo externo, criam muros que te protegem de tudo e todos? Eu quero saber de vocês, porque a jornada só começa quando a gente aceita a realidade. E vou falar sobre tudo isso com detalhes no vídeo de hoje:

Tô com vocês, recomeçando do ZERO. Hoje, com 64 – 65 kg, eu vim contar minha história pro mundo e ajudar você! Não esperem vídeos milagrosos, com receitas para emagrecer em 2 dias. Se é isso o que você quer, essa série não é pra você. Vou dar receitas e dicas sim, mas não AGORA. Vamos fazer um trabalho psicológico, pouco a pouco, pra gente mudar a cabeça, não só o peso 🙂

Por isso só vai me acompanhar quem quer de verdade mudar a vida! Se inscrevam no canal, CURTAM O VÍDEO pra eu saber que você continua aí do outro lado, sempre alerta! A série 50kg em 1 ano terá posts e vídeos novos toda segunda-feira, se Deus quiser! Não me abandone, porque eu não vou te abandonar 😉

Anúncios

4 comentários sobre “50 KG EM 1 ANO: como VOCÊ se sente?

    • Renata Ikonora disse:

      Obrigada, minha linda! Espero que os vídeos ajudem mesmo quem não quer emagrecer, porque darei dicas e conselhos motivacionais também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s