9 MELHORES DICAS PARA PERDER PESO!

Em 2017 vem um ano novo pela frente, podemos tornar tudo melhor, ter metas, conquistas, mudanças. Por que não iniciarmos o ano cuidando do nosso corpo? Afinal todos concordam que a saúde é fundamental e ter um peso saudável faz parte do plano.

Perder Barriga e Emagrecer é o sonho de muitos. Pode não ser uma tarefa fácil, mas com força e determinação você chega lá. Emagrecer é um processo lento que exige uma boa dieta e exercício regulares! Depois de conseguir o corpo desejado, é preciso fazer uma reeducação alimentar, para manter tudo o que conquistou.

O plano para perda de peso tem que ser apoiado no plano alimentar completo e um bom programa de controle de peso para não voltar a engordar. Como exemplo: o Plano Detox.

Hoje nutricionistas falam em “perder gordura” e não em “perder peso”. Isto porque o seu objetivo é perder gordura corporal e não músculos, como ocorre em dietas restritivas. Certo, você perde peso, mas a maioria acaba recuperando este peso em poucos meses.

Em primeiro lugar, não desperdice seu dinheiro em pílulas, remédios, ervas ou substitutos de refeição. Não há nenhum alimento mágico ou suplementos que irão dissolver a gordura. Para o sucesso de longo prazo, você tem que aprender a comer comida de verdade em um mundo cheio de comida  falsa, e essa não é uma missão fácil.

Emagrecer ou perder barriga é um dos maiores desejos e seguindo uma dieta reeducação alimentar é possível conquistar e manter esse objetivo.

PENSE MENOS GORDURA

Reduzir a gordura, especialmente a gordura ruim saturada, ainda é a melhor maneira de reduzir o seu consumo caloria. A gordura é cheia de (calorias), e tende a ser armazenada de forma mais eficiente do que qualquer hidrato de carbono ou proteína. Atenha-se uma colher de sopa de óleo, metade de um abacate ou um punhado de nozes como um lanche. Gorduras são essenciais para o nosso organismo, mas em moderação! Nada de sair caçando gordura por aí.

BEBA POUCO ÁLCOOL

O álcool é uma forma concentrada de calorias vazias e desvia o corpo de oxidantes e outros nutrientes. Permita-se 3 pequenas doses por semana, em especial vinho vermelho!

LANCHES SAUDÁVEIS

Quatro ou cinco mini-refeições por dia podem ajudar a “transformar” a taxa metabólica do seu corpo, para que você queime gordura mais rapidamente. Eles também impedem que você acabe comendo por impuls. Faça seu lanche comendo alimentos como nozes, iogurte, frutas, pão integral e queijos brancos.

FAÇA EXERCÍCIOS REGULARMENTE

Não há como escapar. Pessoas que se exercitam têm menos problemas com excesso de gordura, se sentem mais saudáveis e mantem a sua massa magra ao longo dos anos. Qualquer atividade que você goste e possa manter por 20-30 minutos sem se tornar ofegante está boa. Poder caminhar é uma das melhores maneiras de queimar gordura. Não custa nada, não requer nenhum equipamento especial (exceto os bons sapatos) e pode ser feito a qualquer momento. Nadar, dançar, andar de bicicleta, pular ou fazer ginástica, todas essas aulas são benéficas. Qualquer exercício é melhor do que nada! Ele também ajuda a colocar mais movimento em seu dia por exemplo, usar as escadas em vez do elevador, caminhar para o trabalho ou as lojas!

CARBOIDRATOS DE BAIXO IG

Escolha alimentos ricos em carboidratos que levam mais tempo para serem digeridos e absorvidos (chamados de carboidratos de baixo índice glicêmico) – para que você se sinta satisfeito por mais tempo. Escolha alimentos integrais!

NÃO FIQUE MUITO TEMPO SEM COMER

Pesquisas mostram que o lanche tem muito efeito sobre o metabolismo do seu corpo e impede-o de comer compulsivamente ao longo do dia.

COMA MENOS À NOITE

Evite grandes refeições tarde da noite, que é o tempo quando estamos menos ativos e excesso (calorias) são facilmente convertidos em gordura corporal.

COMA CONSCIENTEMENTE

Sente-se para comer e estique sua refeição por uns 20 minutos para permitir que o centro de controle do apetite do cérebro registre que você está satisfeito!

ADICIONE PROTEÍNA NAS REFEIÇŌES

Alimentos ricos em proteínas magras promovem a saciedade. Carne magra, cordeiro, carne de porco, frango, peixe, ovos, leites baixo teor de gordura e iogurtes são nutritivos e bom para dietas. Combinando proteína com hidratos de carbono de absorção lenta (como massas com tiras de carne bovina) ajuda a garantir a satisfação, algo que falta em muitas dietas.

Cardápio para Reeducaçao Alimentar

Este post foi feito por: Rosi Feliciano

 

Anúncios

LARGUEI O VEGETARIANISMO DEPOIS DE 1 ANO E MEIO!

Hoje eu vim explicar o porquê de eu ter largado o “vegetarianismo” depois de um ano e meio. Primeiramente, gostaria de informar que as denominações vegan vegetariana utilizadas neste post (e no vídeo) são apenas para ilustrar e não condizem com a definição literal do termo. Obrigada por entender desde já!

Quando eu comecei o meu processo de emagrecimento, me deparei com o documentário Forks Over Knives no Netflix. O título significa Garfos ao invés de Facas e basicamente nos mostra como a China aumentou seu índice de obesidade, doenças cardiovasculares, câncer e diabetes depois de ser introduzida à uma alimentação com produtos industrializados e os de origem animal (laticínios, ovos e carnes). Não vou me prolongar ao fato de demonstrar se atualmente discordo ou concordo com o que é apresentado no documentário. Todavia, achei importante salientar de que naquela época (2012) fez muito sentido para mim.

Resolvi experimentar. Da noite para o dia virei vegan. Parei de consumir quaisquer produtos alimentícios, ou alimentos em si que continham ingredientes de origem animal ou que eram animais.

Foi uma tarefa mais fácil do que eu pensava, mas após 3 meses me encheu o saco. Fiquei cansada e resolvi voltar a comer ovos, leite, queijo e frutos do mar. Me chamava de peixetariana, pois o termo me fazia rir. Novamente, os termos usados não condizem com o sentido literal.

E foi assim por mais 1 ano e 2 meses, sendo um total de 1 ano e 6 meses sem comer carne de animais terrestres ( vaca, boi, porco, carneiro, cobra, frango, peru, pato, etc). Pulando alguns episódios nos quais vocês podem conferir no vídeo ao final do post, em Dezembro de 2013 eu comi lasanha à bolonhesa. Não deu muito certo. Fui parar no hospital com cólicas torturantes causadas por gases. Consequência da fermentação da carne vermelha com a massa da lasanha e o fato de eu não ter comido carne vermelha por 1 ano e 6 meses.

Resumindo a história (veja COMPLETA e com detalhes no vídeo abaixo): voltei a comer carne por ter cansado de testar o meu corpo. Gosto de testar meu corpo e ver as diferentes reações que ele tem para com diferentes alimentos que eu venha a comer. Voltei a comer carne também por não querer jamais passar por aquela dor insuportável que eu passei.. Não vale a pena para mim.

Não havia deixado de comer carne por motivos éticos, de respeito aos animais ou por algo místico/espiritual. Foi simplesmente para testar meu corpo. Achei interessante mas depois de um tempo e muitas cólicas, resolvi comer de novo! Espero que eu tenha tirado a dúvida de todo mundo que havia me perguntado sobre isso.

PARA MAIORES DETALHES, ASSISTA AO VÍDEO E ENTENDA MELHOR

SALADA DE FRANGO LIGHT

12207913_10208095192843434_1796937043_n

Normalmente quem cozinha aqui em casa sou eu, pois meus pais passam o dia fora, voltando só pra almoçar em casa. Às vezes quando eles querem comer comida fresca, as sobras da refeição passada ficam rolando pela geladeira, correndo o risco de estragarem e irem pro lixo!

Havíamos feito peito de frango com grão de bico na panela de pressão e tinha sobrado um bocado de frango (mas não grão de bico, haha) na geladeira, junto com ervilhas em um pote plástico. Olhei aqueles ingredientes na geladeira e logo pensei em fazer uma salada de frango com ervilha.

Desfiei o peito de frango, coloquei ervilhas e piquei cebola por cima. Ficou show! Depois pensei que aquilo poderia ficar ainda melhor… Peguei um pouco de uvas passas que temos na geladeira quase sempre, coloquei. Depois juntei um bocado de milho, bacon, piquei umas castanhas-do-pará, acrescentei temperos à gosto e um pouco de maionese pra “grudar” tudo! Ficou DIVINO. A salada fez tanto sucesso aqui em casa que com certeza teremos repeteco! Eu comi com uma cama de alface americana!

12212261_10208095317326546_1072772600_n

Isso nos faz pensar que uma comida já dormida na geladeira pode se tornar uma refeição super fresca e maravilhosa! Não desperdice comida!! Pratique sua criatividade e invente receitas novas!

OLEAGINOSAS: COMO CONSUMIR, O QUE SÃO, PARA QUE SERVEM

Oi, lindezas! Hoje eu vim com papo saúde pra gente conversar um pouquinho! Como sabem, eu sou muito interessada em alimentação, bem estar e como o nosso corpo responde à tudo o que acontece ao nosso redor, principalmente no que a gente coloca pra dentro dele. O papo de hoje é sobre oleaginosas, que nada mais são do que as nozes e castanhas que conhecemos por aí: castanha-do-pará, amêndoas, castanha-de-caju, macadâmia, avelã, etc.

DSC03897As castanhas estão sempre presentes em petiscos servidos em jantares, principalmente a castanha-de-caju. Mas muita gente não consome oleaginosas no dia a dia com medo de serem muito calóricas e gordurosas! Será que elas são tão malévolas como as pessoas pensam? Oleaginosas são ricas em gorduras BOAS para o nosso organismo. As gorduras boas (mono e poliinsaturadas) são excelentes para o funcionamento do nosso corpo. Elas são antioxidantes, combatem os radicais livres, previnem o envelhecimento precoce e fazem com que as células do corpo sejam mais eficientes em seus papéis. As castanhas fazem com que o aparecimento de doenças cardiovasculares sejam bem menor.

DSC03900

Nossa castanha, conhecida como Brazilian Nut em inglês, a famosa castanha-do-pará é fonte de muito selênio, que previne o Alzheimer, câncer e outras doenças. Muito se fala por aí que a castanha-do-pará pode ser perigosa, e isso é verdade. Mas apenas se você consumir mais do que 10 unidades diariamente, por um longo período de tempo. A recomendação do consumo de castanha-do-pará é de 2 a 3 unidades por dia, podendo ser 4 unidades no máximo. Assim nós ingerimos a quantidade ideal de selênio para nos mantermos saudáveis!

DSC03901

As oleaginosas são fonte muito grande de resveratrol, um nutriente com propriedades antiinflamatórias e anticancerígenas. Elas também possuem fibras e proteínas, se tornando uma fonte completa de nutrientes bons para o nosso corpo! Por serem ricas em gorduras boas, nos deixam saciados por bastante tempo e são uma opção ótima para um lanchinho entre as refeições principais! Além de ser prático para carregar na bolsa.

O ideal é que as oleaginosas sejam consumidas diariamente em porções pequenas. Isso seria em média:

  • 3 unidades de castanha-do-pará
  • 2 unidades de nozes
  • 10 amêndoas
  • 10 castanhas-de-caju
  • 5 macadâmias
  • 5 avelãs

Essas porções são individuais e não devem ser combinadas (comer todas de uma vez só juntas). Caso você queira consumir mais de um tipo de oleaginosas por dia, adeque as porções ao seu gosto! E as oleaginosas não engordam, apenas se forem consumidas em excesso, então cuidado! Não abusem. A única recomendação que eu brinco ser quase uma prescrição médica é das 3 castanhas-do-pará para que você tenha uma velhice sem Alzheimer e sem doenças cardiovasculares.

DSC03903

TAPIOCA FAKE COM APENAS 1 INGREDIENTE + ÁGUA!

Muita gente que faz dieta ou tenta evitar o consumo de pão tem dificuldade em encontrar algo para o café da manhã e para o lanche que seja tão gostoso e que sacie tanto quanto o pão nosso de cada dia. Por muito tempo eu fiquei meio perdida, sem saber o que comer, tentando comer apenas uma fatia de pão ou apelando para outras coisas nas quais eu não tinha muito prazer em comer.

Vendo e lendo muito sobre diferentes dietas e abordagens de rotina alimentar, eu me deparei com a Tapioca Fake que muitos adeptos da dieta Dukan fazem para o café da manhã. Fui experimentar e fiquei simplesmente viciada. Ela foi o meu café da manhã e o meu café da tarde por praticamente dois meses, sem intervalos haha! Eu finalmente havia encontrado algo que me desse prazer em comer, que parecesse um pãozinho e que fizesse BEM!

A gente sempre ouve falar que a tapioca é uma opção mais saudável, que é legal trocar o pão francês pela tapioca e eu até concordo, só que.. A tapioca tem quase nenhum valor nutritivo e ela tem o índice glicêmico mais alto que o pão francês e o açúcar.. Pra quem não sabe, índice glicêmico é a “rapidez” com o qual tal alimento irá elevar os níveis de insulina do corpo, transformando o alimento em açúcar. Quanto maior o índice glicêmico, mais rápido isso será transformado em açúcar e você no final das contas ficará com fome em meia hora. Como quando comemos macarronada e nos sentimos estranhamente com um buraco no estômago após pouco tempo. Isso acontece porque os níveis de insulina foram lá pro alto e desceram rapidamente. E para que o corpo equilibre isso, ele manda sinais de ‘POR FAVOR, COMA MAIS!’. Por isso nós engordamos. Mas isso é papo pra outro dia…

A tapioca não é uma opção legal pra quem quer emagrecer ou pra quem tem problemas de hipoglicemia e resistência à insulina. É aí que a tapioca fake entra na história!

O farelo de aveia faz muito bem pra saúde porque dá saciedade, regula o intestino, previne o diabetes, abaixa e controla o colesterol além de ter proteína! O farelo de aveia é lentamente absorvido pelo organismo, fazendo com que você fique mais tempo do que de costume sem comer, evitando aqueles lanchinhos desnecessários entre as refeições.

O recheio desta tapioca fake por ser de acordo com a sua criatividade. Se você incluir algum tipo de proteína, vai te saciar por mais tempo ainda! Eu gosto de comer com 30g (uma fatia média) de queijo minas frescal, mas você pode colocar frango, ovo cozido picado com creme de ricota light (clica pra ver a receita!), creme de ricota light puro, carne moída, queijo e presunto, goiabada e queijo branco (como uma sobremesa de final de semana), ou até mesmo para as almas doces de plantão: brigadeiro! :p

Essa tapioca tem uma textura que me lembra a de um pão de forma mais achatado, por isso eu sou apaixonada por ela! Não demora nem cinco minutos pra fazer e o resultado é incrível!

INGREDIENTES

  • farelo de aveia
  • água

Pra saber como fazer, assista ao vídeo abaixo e bom apetite!